3 de agosto de 2005

REVIEW
Freddy vs Jason

Hoje estou propositadamente disposto a mandar á merda a primeira peça de bosta cinéfila que me calhar à frente e a minha memória fez-me o favor de pôr esta real estrumeira na linha da frente de fuzilamento.

Freddy vs Jason é, como o nome indica, a enésima aparição do lendário Freddy Krueger, aqui frente a frente com outro lendário ícone dos "horror-movies", Jason Voorhees. Freddy foi morto como se sabe, mas está desejoso de voltar e, como tal, instala-se na mente do perturbado Jason, guiando-o como uma marionete a fazer aquelas merdas que ele tanto gosta. Mas Jason ganha um cérebro e depois... é o confronto esperado.

O resto... são adolescentes burros que nem tamancos, a porem-se, também eles, numa ingénua linha de fuzilamento para os nossos anti-heróis, gastos até à medula, uma história decrépita, efeitos especiais medianos e algum sexo e carne gratuita, apenas para apimentar um pouco a história, sem lhe acrescentar nada.

O melhor: O mergulho da gaja no início.

O pior: O filme em si é tão estafado como uma velha de 80 anos depois da maratona olímpica!

1 comentário:

Sandra disse...

Concordo a 100% com tudo o que foi dito.
Gastei dinheiro a ir ver o filme ao cinema, 3,50€ mal empregues porque aquilo meteu nojo não vi metade do filme.
Nem me lembro quem ganhou a "batalha".

Jokas