16 de setembro de 2005

REVIEW
Fantastic Four

Ano: 2005
Realizador: Tim Story
Actores: Jessica Alba e os outros 3

Mas é que eu nunca mais aprendo. Ou isso, ou então sou movido pelo incessante ímpeto de ver que uma adaptação de uma BD consegue, finalmente, ser adulta e séria e não descambar para a mesma merdice sensaborona de "n" tentativas prévias.

Este Fantastic Four é mais um flagrante exemplo do acima citado. Um filme que não aquece nem arrefece. Minto, arrefece muito mais do que aquilo que aquece. É uma merda seca, langonhosa, sem chama, sem ímpeto e sem fulgor. Parece um monumental frete feito para dar mais uns dólares a ganhar a um punhado de actores desesperados.

Nem falo da história. Assim do nada, meia dúzia de gatos pingados vai para o espaço, estudar não se sabe bem o quê (porque o argumento escusa-se a explicar) e leva com uma tempestade cósmica no trombil, tempestade essa que eles já sabiam que iam apanhar. Pensem no Bush e no Katrina. O paralelismo é o mesmo.
Habitualmente, quem põe o pé fora de uma nave para apanhar com uma dose de raios gama fica automaticamente trucidado. Ali, não. Os nossos amigos ganham super-poderes, um deles degenera em mau-mau e o resto é filme do pior, panaceia ideal para chamar o Gregório em noites de borracheira comatosa.

Pronto, acabei por falar da história. Passo ao cerne da questão que, para mim, chama-se Jessica Alba. A gaja é boa como o milho. Milho de primeira categoria. Tenrinha q.b., mas mais apropriada para um monumental filme porno do que para estas andanças. Porque, como actriz, até um gás intestinal tem mais potencial que ela! E dar-lhe o protagonismo é suicídio cinéfilo assegurado. O resto dos actores acompanham pela mesma bitola semi-mediana e apenas "A Coisa" destoa, tendo algumas tiradas com piada.

O resto... é um desenrolar lento, presunçoso, rançoso e sonolento até ao previsível final. Nem os efeitos especiais valem grande merda, sendo dignos de um filme dos "eighties". Clássicos como o Braindead ainda põem esta estrumeira a adubar um vaso!

O melhor: A Coisa!

O pior: Jessica Alba e a sub-mediania geral, dignos de uma dose de cianeto para aliviar, de uma vez só, o sofrimento do espectador...

Classificação: 2/10

1 comentário:

Paulo Soares disse...

Pois é, estava eu a surfar noite dentro e deparo-me com este blog!E depois, espera ai, não é o tipo de comentários do Edgar?!?!? É mesmo! Caro amigo, vou passar por aqui algum tempo a bisbilhotar as ideias e últimas sobre uma àrea que muito aprecio e sou crítico. Aquele abraço, de Coimbra!

Paulo Soares