16 de setembro de 2008

REVIEW
X-Files I Want To Believe

Ano: 2008
Realizador: Chris Carter
Actores: David Duchovny, Gillian Anderson

Mulder
e Scully estão de regresso e agora até namoram e pinam, vejam lá como os tempos mudam... Mais do que isso, até têm discussões matrimoniais do género "Ah e tal, Mulder... devias deixar essa coisa de perseguir aliens e dedicares-te mais à família e a mim...".
Ou seja, basicamente onde antes tinhamos um par de aventureiros ostracizados pelo FBI temos agora um casal de "private investigators" que, nos tempos livres, fazem uma perninha a descobrir algo de paranormal no mundo que nos rodeia.

No entanto, não há muito de paranormal neste filme, a não ser um padre pedófilo que tem visões premonitórias de coisas que vão acontecer e outras de coisas que já se sucederam e que vão levar o bom velho Mulder e a boa velha Scully (Boa? Sem dúvida... Velha? Nem por isso...) a um bizarro mundo de assassinos, mas que tem muito pouco de paranormal, ao contrário das últimas séries na televisão e do megalómano 1º filme de 1999.

E isso é o melhor que o filme tem para oferecer, aquele travo a "old school" que só Chris Carter (o criador original da série) podia oferecer e que dá algum revivalismo ao adulto actual, nostálgico por aquelas noites de gala na TVI pré-Morangos. No entanto, ao longo de todo o filme, ficou-me a impressão clara que o período de encantamento daqueles dois já tinha passado e que eles já estavam inapelavelmente gastos pelo aparecimento de outros fenómenos televisivos mais pungentes e frescos... Mesmo assim, a ver pelos indefectíveis da série.

O melhor:
É um episódio da série, simples e directo.
O pior:
Perdeu força com o tempo...
Classificação: 6

Sem comentários: