11 de novembro de 2008

REVIEW
Tropic Thunder

Ano: 2008
Realizador: Ben Stiller
Actores: Robert Downey Jr., Ben Stiller, Jack Black, Tom Cruise, Matthew McConaughey e Nick Nolte

De vez em quando Hollywood lembra-se de fazer uma auto-paródia, sendo Tropic Thunder um bom exemplo - uma sátira ao ambiente selvagem, plástico e superficial da fábrica de fazer sonhos da América. Mas não se fica por aqui, pois é também uma clara homenagem aos clássicos do cinema de guerra.

Realizado e protagonizado por Ben Stiller, o filme conta com as participações de Jack Black, Robert Downey Jr., e - um quase irreconhecível - Tom Cruise nos principais papéis. Convém desde logo salientar as performances destes dois últimos actores, capazes de nos roubar gargalhadas sinceras, não só pela sua caracterização (Downey Jr. interpreta um negro e Tom Cruise um produtor rechonchudo e careca), como também pelos diálogos hilariantes e carregados de private jokes.

Voltando ao filme propriamente dito, Tropic Thunder conta a história de três actores egocêntricos que desconhecem a vida além do glamour e que participam naquele que almeja ser o filme de guerra mais caro e realista de todos os tempos.

Como as coisas não correm da melhor maneira no set de filmagens, o produtor e o realizador decidem enviá-los para um ambiente hostil onde serão confrontados com vilões “reais”, já para não falar das armas de fogo “reais”. Tudo isto para conseguir um maior realismo e fazer com que os actores consigam, finalmente, interpretar decentemente os papéis.

Esta era a premissa de Tropic Thunder que nos fez aguardar impacientemente pela sua estreia. E era uma ideia que à partida tinha todos os condimentos necessários para ser um sucesso. Mas não é. Seria desonesto afirmar que o filme não tem a sua piada. Aliás, tem momentos que ficarão guardados nas nossas memórias cinéfilas, como é o caso da frase: “i know what dude i am. I'm the dude playin' the dude, disguised as another dude!”.

De resto, é um projecto menos bem conseguido com demasiadas oscilações entre o muito bom e o banal. Criou-se demasiado hype à volta de tudo e o resultado foi uma comédia morna.

O melhor: Tom Cruise, Robert Downey Jr. e as referências aos filmes de guerra.
O pior: Não ter conseguido atingir aquilo a que propôs.
Classificação: 6,5

Sem comentários: