17 de setembro de 2009

REVIEW
Marley and Me

Ano: 2009
Realizador: David Frankel
Actores: Owen Wilson, Jennifer Aniston

Este filme é a adaptação da obra homónima de John Grogan e da sua vida com Marley, um adorável mas diabólico labrador, denominado "o pior cão do mundo".

Antes de mais, desenganem-se se acham que vão ver uma palhaçada ao estilo do Beethoven, por exemplo, ou de outros filmes infanto-juvenis com animais que por aí andam.
Foi para mim uma surpresa constatar que, acima de tudo, o filme é sobre um ciclo de vida e sobre a forma como a mesma se torna demasiado curta para determinados animais e o que é, para um dono, viver mais do que o seu fiel amigo e ter que o enterrar.

Marley não é a estrela do filme. Marley é a cola que une os dois protagonistas (uma Jennifer Aniston num papel muito bom e um Owen Wilson... assim assim) ao longo de vários anos de um casamento que, como qualquer um, está cheio de altos e baixos, retratados com uma naturalidade que não seria de esperar num filme destes.

O mais interessante nesta adaptação é a utilização hiperbólica do descontrolo comportamental de Marley como alicerce da fidelidade "eterna" que o uniu àqueles donos e que está convenientemente elucidada numa das frases finais do filme, que me arrisco a transcrever aqui, à laia de *spoiler*.

"A dog has no use for fancy cars, big homes, or designer clothes. A water log stick will do just fine. A dog doesn't care if your rich or poor, clever or dull, smart or dumb. Give him your heart and he'll give you his. How many people can you say that about? How many people can make you feel rare and pure and special? How many people can make you feel extraordinary? "

Sinceramente, só mostra que temos muito a aprender com eles e quem, por esta altura do filme, não se sentir minimamente tocado, pode ir enfiar um poste da EDP no cu e electrocutar-se, porque não fazem cá falta.

Este é um filme para quem gosta de animais e apenas esses irão tirar todo o prazer do mesmo. Todos os outros, aqueles que se vão enojar com os cócós ou com as lambidelas, fica aqui o meu sincero "Fuck You" que o Alberto João celebrizou...


O melhor: O ciclo da vida...
O pior: A falta de lágrimas de Owen Wilson...
Classificação: 8

2 comentários:

C. F. disse...

Absolutamente delicioso e com cenas de ir às lágrimas de tanto rir, coisas que só os animais são capazes em toda a sua inocência e bondade, autênticos!

ADOREI!!!!

Luis Monteiro disse...

Bom filme, sim senhor.