25 de outubro de 2009

REVIEW
X-Men Origins: Wolverine

Ano: 2009
Realizador: Gavin Hood
Actores: Hugh Jackman, Liev Schrieber

É positivo quando se mete este filme no DVD e já se vai com as expectativas pelo R/C, pois apenas pretendemos exercitar o nosso lado masoquista para depois virmos para aqui despejar impropérios.
É, também, óbvio que não devemos esperar um argumento digno de Óscar. O que obtemos é algo tipo fatia de fiambre extra-fina que envolve um esquadrão de mutantes extra-especiais que desenvolve missões arriscadas. Nisto o nosso Wolverine cansa-se, diz "não quero mais isto", como se fosse um puto de 6 anos e o seu "irmão", com quem passou várias fases (e guerras) da história da humanidade (retratadas na magnífica sequência de abertura do filme) vinga-se, liquidando o esquadrão todo, apenas porque lhe apetece e pretendendo terminar no nosso herói de cabelo abichanado.

Sim, é o Wolverine e é descerebrado q.b. mas, por uma vez, não é um filme insultuosamente mau pois tem um herói com algum carisma (e a fúria de um rinoceronte) e tem uma acção coesa e bem orquestrada, que não aborrece nem é excessivamente estupidificante. Por isso, por uma vez (e sem exemplo), é para degustar com um baldezito de pipocas ao lado.

O melhor: Os efeitos especiais e os créditos de abertura.
O pior: Ser um filho bastardo da série X-Men.
Classificação: 6

Sem comentários: