3 de janeiro de 2010

REVIEW
Paranormal Activity

Ano: 2007
Realizador: Oren Peli
Actores:
Katie Featherston, Micah Sloat

É já um fenómeno de culto, pois custou apenas uns míseros 15.000 dólares e já rendeu mais de 100 milhões.
É uma espécie de home-video, à lá Blair Witch, que retrata as desventuras de um casal que decide comprar uma câmara de filmar high-tech para registar certos fenómenos de origem desconhecida que têm acontecido na casa, nomeadamente à noite, enquanto dormem.

E isto presta para alguma coisa? Presta. É fascinante ver como com tão poucos recursos se conseguiu criar uma obra de terror tão eficaz que, em mais que um momento, causa uma comichão inédita no nosso cérebro reptiliano e que irá causar alguns pesadelos, principalmente nos mais mariquinhas. E isto é conseguido graças aos mais primários truques de som e imagem, ou seja, não há cá "saca-sustos" gratuitos.

Mas.... e porque há sempre um "mas", o enredo só avança graças a muitos momentos onde o espectador diz "Mas porque porra é que vocês não foram por aqui, em vez de irem por ali!!!". Ou seja, momentos completamente "brainless", que apenas existem para levar o esquálido argumento ao ponto de caramelo.

Há outros defeitos deste género, igualmente bizarros (por exemplo, aparentemente só existe um único... "demonologista" em toda a costa oeste dos States) mas... não tiram o prazer que é ver este filme no cinema. Principalmente se for à meia-noite, numa sala semi-vazia. É refrescante, original e raspa da parede a crosta de muitos clichés de filmes do mesmo género.


O melhor: O terror, em alguns momentos, é avassalador.
O pior: As decisões dos personagens tornam o filme demasiadamente dirigista e, até, pouco credível em algumas partes.
Classificação: 7

1 comentário:

Luis Monteiro disse...

Cada vez que aqui venho e vejo este 7 até me dá uma dor no peito.