21 de janeiro de 2010

REVIEW
The Road

Ano: 2009
Realizador: John Hillcoat
Actores: Viggo Mortensen, Charlize Theron

Num primeiro olhar casual, poderia confundir-se este filme com a enésima história apocalíptica em que todo o planeta foi com os porcos e só sobram meia dúzia de almas penadas a tentar sobreviver entre hordas ferozes de zombies...... esperem... mas aqui não há zombies? Então, qual é o interesse desta merda? Ver um gajo barbudo e com uma higiene pessoal lamentável a tentar proteger o filho de um punhado de bárbaros com uma pistola que só tem duas balas, enquanto percorre metade da América a pé durante duas horas?

Sim, basicamente, é disto que se trata. E, no entanto, temos aqui um dos mais realistas e confrangedores (no bom sentido) retratos de um mundo pós-apocalíptico, onde o que resta de uma família esgatafunha-se toda para encontrar comida e, acima de tudo, para manter a dignidade, não ultrapassando a ténue linha que, em semelhantes circunstâncias, pode separar um humano de um animal.

É um filme pesadíssimo e poderoso a partes iguais, com mais uma excelente e sofrida performance de Viggo Mortensen, esse actor do caraças que, ao que parece, também se retirou do cinema durante uns tempos após filmar isto (onde, consta-se, andou a comer gafanhotos "crus" para se adaptar melhor ao papel), com uma fotografia exemplar e deprimente, cheia de tons gastos e monótonos, sempre a oscilar entre o cinzento e o castanho enevoado.

Charlize Theron não tem mais do que um cameo, mas é suficiente para emprestar uma densidade acrescida à história e para lançar mais luz sobre as motivações do protagonista e sobre o porquê da sua cruzada para proteger o filho que leva sempre consigo.

É o primeiro grande filme de 2009 mas não deve ser consumido por quem estiver à beira de uma depressão, pois a mensagem é marcadamente pessimista. E no entanto, de "happy-ends" hollywoodescos estou eu farto!

O melhor: O filme é consistente e poderoso do início ao fim...
O pior: ...mas é demasiado pessimista!
Classificação: 8.5

Sem comentários: