26 de fevereiro de 2011

REVIEW
The Walking Dead



Ano: 2010
Realizador: Frank Darabont


Dentro de uma gama ecléctica de gostos, aqui o escriba tem um verdadeiro "sweet spot" por um género que é, muitas vezes e com justiça, visto de uma forma tão "brainless" como os seus protagonistas: os filmes de zombies.

Frank Darabont também deve achar o mesmo. No entanto, o realizador de "Shawshank Redemption" é dono de uma sensibilidade artística que escasseia noutros, mais virados para o gore gratuito e excessivo.

E "Walking Dead" é o resultado dessa sensibilidade. Porque fazer uma série pós-apocalíptica de zombies que faz com que nos importemos com os personagens e com os seus destinos, relegando o gore (que, apesar de correctamente doseado, é extremo em alguns momentos) para um plano mais do que secundário.

O primeiro episódio, então, é uma coisa assombrosa, um verdadeiro "workshop" na área da televisão. A tensão criada e a desolação subsequente são dignas de vários prémios e, embora o fio condutor da trama se perca um bocado em floreados e dilemas linguísticos e morais desnecessários em episódios seguintes, este "Walking Dead" é, ainda assim, muito, muito bom de se acompanhar!


Classificação: 8

Sem comentários: