27 de março de 2011

REVIEW
Resident Evil: Afterlife



Ano: 2010
Realizador: Paul W. Anderson
Actores: Milla Jovovich, Ali Larter

A saga Resident Evil ocupou sempre um lugarzinho num recôndito obscuro do meu coração, eclipsado por outras obras de maior monta, não obstante o talento do realizador Paul Anderson ser o equivalente cinematográfico de um balde de bosta de boi.

No entanto, e chegados nós a este que será, com alguma esperança, o opus final, vejo-me forçado a concluir que a saga está, de facto, à beira da extinção (mesmo que ainda se lhe queira injectar uma afterlife tão artificial como vã).

Os primeiros minutos ainda prometem algo de bom com uma cena que mais parece tirada do Matrix mas o que vemos depois é uma sucessão desconexa de cenas de pseudo-acção em super slow motion onde até Milla Jovovich já parece um bocado longe do fulgor de outros filmes e caminha, arrastando-se de forma lânguida rumo a um final chocho e esquecível e que, com uma cena após os créditos, ainda prenuncia que pode, eventualmente, haver um novo filme da saga.... Deus nos livre a todos de tal fardo porque o que está extinto, extinto deve ficar! Perguntem aos dinossauros...

Classificação: 3

Sem comentários: